segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Unid_IV_Ativ3_Conceitos_Curriculo_TIC_dina


O currículo pode ser considerado um plano estruturado onde se encontram enunciados as principais finalidades, objetivos, conteúdos e linhas orientadoras do que se pretende ensinar.
O currículo escolar deve ser elaborado segundo uma intencionalidade pedagógica para que os objetivos do ensino possam ser alcançados.É muito importante incluir no currículo as tecnologias, pois são várias suas contribuições, pois sabemos que o uso das tecnologias possibilita mudanças na aprendizagem, no ensino e na gestão da sala de aula. Portanto o uso das tecnologias na escola proporciona a integração de diferentes mídias ao currículo com foco na aprendizagem do aluno.
Para desenvolver projetos escolares no âmbito do currículo, é preciso repensar a função da escola, potencializar a interdisciplinaridade, favorecendo um elo entre as diferentes áreas de conhecimento numa situação de contextualização da aprendizagem, tendo o aluno como foco principal, o projeto precisa ser bem planejado e ter clara a sua intencionalidade, oportunizando o mesmo a participar dos temas e de sua construção, de modo a propiciar ao aluno uma aprendizagem significativa.
Esse novo processo com inúmeras tecnologias diferenciadas que tornam o processo ensino aprendizagem mais dinâmico, exige um novo tipo de profissional, mais flexível e maduro. Um profissional que não apenas conheça a tecnologia, mas que seja capaz de transformar o espaço escolar modificar e inovar o processo de ensino aprendizagem.
LEITURA E INFORMAÇÃO PARA TODOSO projeto "Jornal Mural – Leitura e informação para todos", é um trabalho específico em textos jornalísticos, que além de ampliar o universo dos alunos, e proporcionar leituras críticas, informará à comunidade escolar sobre acontecimentos do mundo, da cidade e do bairro.A proposta deste projeto é levar o jornal para a sala de aula, pois nem todos os alunos têm acesso a ele ou intimidade com esse meio de comunicação, já que no tempo em que vivemos no meio de tanta interatividade via telefone celular e internet, é necessário fazer com que os alunos se interajam também com a leitura de textos jornalísticos, pois os mesmos são uma fonte respeitada para pesquisa e para a obtenção de informação sobre o mundo atual.O Jornal Mural desenvolveu um processo de leitura e escrita na sala de aula de uma forma agradável e interativa, pois é necessário estar dentro de um contexto que remeta o aluno a ter prazer em ler e escrever. O método proporcionou aos alunos o desenvolvimento de opinião própria, a criatividade, melhor interação no grupo, e principalmente o interesse em se interar das notícias jornalísticas do Brasil e do mundo.
Levamos os alunos ao laboratório de Informática, para pesquisar e os alunos ficaram surpresos com tanta diversidade de textos jornalísticos na internet.
Esta ferramenta muito tem auxiliado neste Projeto, promovendo uma aula criativa e dinâmica contribuindo muito no processo ensino-aprendizagem.
Observando os trabalhos relacionados a este projeto percebemos grande envolvimento dos alunos Foi impressionante ver a capacidade de pensar, a motivação em pesquisar e acessar os sites.Neste projeto o professor fez uso de diversos textos jornalísticos retirados de pesquisas feitas em livros, revistas,internet e diários destinados não só a estudantes e professores, mas também a todas as pessoas interessadas em conhecimento jornalístico. Essa pesquisa nos ajudou na análise reflexiva sobre a prática de leitura, pois a leitura é um objeto de ensino, e para que seja um objeto de aprendizagem, é preciso que tenha sentido para o aluno. Na escola os alunos têm a chance de interagirem significativamente com uma variedade de textos do mundo, o que requer um trabalho com uma vasta diversidade textual.A leitura é uma prática social que envolve atitudes, gestos e habilidade que são mobilizados pelo leitor, tanto no ato de leitura propriamente dito, como no que antecede a leitura e no que decorre dela.Se o objetivo é formar cidadãos capazes de compreender os diferentes textos com os quais se defrontam, é preciso organizar o trabalho educativo para que os alunos experimentem e aprendam isso na escola. Os recursos tecnológicos contribuiu de forma grandiosa para o desenvolvimento das atividades propostas.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Und IV Ativ 2B Plano de aula

Unid_IV_Ativ_2B_Plano_de_Aula_Reelaborado
Lua / O Ciclo Lunar
Tema : Universo
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
Compreender as características principais e o ciclo do satélite natural da Terra, a Lua.
Duração das atividades
Duas aulas de 50 minutos.
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Saberes sócio-culturais sobre tema. Noções sobre movimentos de rotação e translação da Terra e posicionamento do Sol.
Estratégias e recursos da aula
Aula 1
PROBLEMATIZAÇÃO
Inicie a aula apresentando o recurso do portal “Mitos Urbanos – Tamanho da Lua”, disponível no seguinte endereço:http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/7930

Esse recurso é um vídeo de pouco mais de 4 minutos que mostra e explica como podemos conferir se a lua muda de tamanho ou se de fato a vemos maior ou menor dependendo da sua posição em relação à Terra. Explica também que a lua é bem maior do que qualquer árvore, embora a olho nu, tenhamos uma idéia contrária.
Apresente também a imagem abaixo (ou outra imagem da Lua e também um calendário que indique as fases da lua) e leve os alunos a refletirem sobre as seguintes questões:
• Sabemos que a Lua é redonda porque já observamos isso. Mas como explicar seus outros formatos vistos no céu?• É comum ver nos calendários que a Lua apresenta quatro formatos distintos. A cada quantos dias aproximadamente a Lua muda de um formato para outro?• Quais as influências que a Lua exerce no planeta Terra?
Dica! – Professor, você pode conseguir muitas imagens livres através do creative commons (link abaixo). Utilizando os buscadores ali disponíveis é possível encontrar imagens de todo tipo. Aí é só salvar para apresentar em DVD ou até mesmo impressas em transparências para retro projetor.http://search.creativecommons.org/
Peça que os alunos registres suas proposições no caderno e em seguida apresentem para a turma.
A partir das hipóteses apresentadas pelos alunos comente sobre a relação entre o número de dias entre uma fase da lua e outra e relacione-o com os dias da semana.Comente também que a semana é uma das mais antigas criações dos mesopotâmios, em meados do terceiro milênio antes de Cristo e que persiste em muitos povos até hoje.
ATIVIDADE
Dica - A construção de modelos é muito importante para a compreensão de fenômenos naturais de grandes dimensões. Ao participar da construção desses modelos os alunos desenvolvem a habilidade de enxergar por diferentes ângulos o objeto de estudo, interpretando o que ocorre na situação real e em simulações. O uso de materiais de sucata ou de baixo custo possibilitam o desenvolvimento dessas atividades em qualquer local, contribuindo para o processo de aprendizagem e aplicação do conhecimento.
CONSTRUÇÃO DE UM MODELO DO CICLO LUNAR
Muitos livros apresentam modelos para representar o ciclo lunar compostos por um pequeno globo terrestre e uma lua adaptada em um suporte que gira ao redor do globo. Também são sugeridos comumente o uso de bolas seguradas por pessoas e uma luminária iluminando o processo.Nesta aula sugiro um modelo que apresenta a lua em suas quatro principais fases, que podem ser posicionadas em diferentes planos orbitais ao redor da Terra, permitindo diversas visualizações.
Dica - O modelo permite também a visualização dos eclipses, porém recomendo que sejam abordados em outra aula.A construção é relativamente simples e requer poucos materiais. Podem ser montadas por grupos de alunos e depois analisadas por esses mesmos grupos, orientados pelo professor.
PASSO A PASSO
• Material necessário: quatro bolas pequenas de isopor, uma bola duas vezes e meia maior, um pedaço de arame na forma circular, um palito de churrasco, um pedaço de lã, cola branca, fio de nylon, um pedaço de madeira para a base.• Equipamento necessário: tesoura (para cortar os fios) e furadeira (ou um prego grande com martelo - para furar a base).• Passar as quatro bolas pequenas de isopor no arame circular. Distribua as quatro bolas igualmente e utilize uma delas para emendar as extremidades do arame.• Amarrar duplamente o fio de nylon duas vezes formando um x cujas extremidades ficarão entre as bolas de isopor.• Na bola maior, espetar o palito de churrasco atravessando-a e colar a lã formando a linha do equador.• Fazer um furo na madeira de suporte num ângulo aproximado do eixo de inclinação da Terra (23º).• Colocar o globo terrestre entre as linhas de nylon, no centro da órbita lunar e espetar o palito
Aula 2
UTILZANDO O MODELO DO CICLO LUNAR
Para utilizar o modelo posicione uma luminária a uns 50 cm de distância, para representar o sol.
Dica – Para uma primeira observação posicione a Terra em relação ao Sol como se estivesse no solstício de verão para o hemisfério Sul. Posicione a órbita da Lua num plano inclinado em relação à Terra. Se puder escurecer um pouco a sala a observação terá muito mais qualidade. Veja foto ilustrativa.

Primeiro peça para que os alunos reparem que em todas as fases sempre há metade da Lua iluminada pelo Sol e outra metade escura. Porém a variação ocorre quando a lua é observada a partir da Terra.
Ligando a luminária estimule os alunos a refletirem e responderem as seguintes questões:
• Considere a disposição: SOL – TERRA – LUA. Uma pessoa no lado escuro da Terra (noite) vê qual fase da Lua?• Considere a disposição: SOL – LUA – TERRA. Uma pessoa no lado escuro da Terra (noite) vê qual fase da Lua?• É comum, no hemisfério Sul, comparar a lua CRESCENTE com a letra C e a lua MINGUANTE (Decrescente) com a letra D. Como será essa comparação no hemisfério Norte?• As fases da Lua são sombras da Terra?
Todas as respostas para essas questões deverão ser registradas pelos alunos e debatidas ao final da aula.
IMPORTANTE – Cuidados com a má interpretação dos desenhos do ciclo lunar. É comum encontrar nos livros a representação da órbita da lua vista por cima (do seu plano), apresentando a seqüência SOL – LUA – TERRA para lua nova e SOL – TERRA – LUA para lua cheia. Porém esse tipo de representação não deixa clara a inclinação do “plano da órbita” da lua, dando a impressão que seria o mesmo da Terra em relação ao Sol. Se assim fosse, a representação SOL – LUA – TERRA caracterizaria um ECLIPSE DO SOL e a representação SOL – TERRA – LUA caracterizaria um ECLIPSE DA LUA. A imagem seguir apresenta as formas de visualização da órbita da lua.
Aula 3
NO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA
Antes de iniciar as atividades no laboratório de informática os alunos deverão apresentar as questões propostas na aula anterior.
Peça que os alunos acessem o seguinte endereço para visualizar o recurso “Uma Questão de Gravidade”. Eles poderão aprender que para cada planeta existe uma aceleração da gravidade diferente, porque as massas desses planetas são diferentes. Na animação um astronauta da NASA está em missão na Lua e percebe que se sente mais leve, pois a gravidade é menor. Ao viajar a outros planetas ele descobre que ocorrem mudanças em seu peso devido à aceleração da gravidade ser diferente em cada planeta. Os alunos poderão calcular o peso em cada planeta usando a fórmula apresentada.
http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/4858

Os alunos poderão acessar também este objeto educacional que mostra como uma aeronave se comporta na lua, a relação com gravidade menor. http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/5029
Neste portal os alunos podem ler textos que mostram a influência da astronomia na contagem e medição do tempo.http://calendario.incubadora.fapesp.br/portal/textos/professor/ptexto05
RECURSOS COMPLEMENTARES
Neste endereço o professor pode obter informações para a construção de uma luneta, que poderá ser utilizada pelos alunos para observações da Lua.http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/7915
No hipertexto sugerido no endereço abaixo é possível aprender sobre a história e a evolução do telescópio.http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/7660
Neste sítio é possível obter informações sobre as fases da lua, com figuras ilustrativas da lua em relação à Terra.http://astro.if.ufrgs.br/lua/lua.htm
AUTO AVALIAÇÃO
Considerando os conhecimentos que você possui em relação ao tema, qual categoria representa melhor seu grau de aprendizagem?
INICIANTE - 4,0 pontosReconheço que a Lua apresenta um ciclo que apresenta quatro fases principais.
APRENDIZ - 6,0 pontosCompreendo que conforme a parte iluminada da Lua que está visível surgem as suas diferentes fases.
PROFISSIONAL - 8,0 pontosCompreendo o ciclo lunar e identifico as fases da Lua de acordo com a posição que ela ocupa em diferentes planos orbitais.
MESTRE - 10,0 pontosIdentifico as diferentes fases da Lua de acordo com suas diferentes posições no espaço. Consigo representar através de desenhos a correta posição da Lua em suas diferentes fases.

Recursos Complementares
Veja ao final da aula.
Avaliação
Os alunos podem ser avaliados por meio de rubricas. Rubricas representam uma forma de avaliação autêntica, pois vai além da simples mensuração de notas. O professor estabelece critérios que cada trabalho deverá ter, passa estes critérios com antecedência para a turma e conforme os alunos cumpram estes critérios (totalmente, em parte, ou de maneira insuficiente) atribui-se um nível com um valor correspondente. Ao final da aula é apresentado exemplo de uma rubrica para ser aqui utilizada.

Und IV Ativ 1

Und_IV_Ativ_1_Pensando_sobre_possiveis_mudancas_Dina
Curso – Tecnologias na Educação – Ensinando e Aprendendo com as Tics
Tema – Unidade IV
Ativ.1 - Valdiná

Pensando sobre possíveis mudanças e contribuições das tecnologias

Atualmente a sociedade do conhecimento busca constantemente o aprender a aprender através da diversidade de informações que estão disponíveis no nosso cotidiano.
O computador e a internet provocaram uma verdadeira revolução na sala de aula e principalmente na nossa prática de ensinar e aprender. A revolução tecnológica produziu uma geração de alunos que cresceram em ambientes ricos de multimídia, com expectativas e visões de mundo diferente de gerações anteriores; portanto, a revisão das práticas educacionais é condição para que possamos dar-lhes educação adequada. Percebe-se a importância de uma caminhada lado a lado com o processo de mudanças, sendo que é preciso enfrentar os desafios que ocorrem pelas mudanças tecnológicas, garantindo assim a permanência dos alunos na escola e também sua inserção na sociedade da informação. O conhecimento hoje possue acesso democrático gerando um grande desafio para a sociedade atual. E dentro desta perspectiva de ensinar a nossa visão de ensino e aprendizagem tem que esta voltada para aulas mais motivadoras ou seja a sala de aula deverá ser um espaço sempre prazeroso.
Sabe-se, que o aluno necessita interagir com o mundo, e isso acontece através da internet. Entende-se que o computador pode enriquecer ambientes de aprendizagem onde o aluno, interagindo com os objetos desse ambiente, tem a chance de construir seu próprio conhecimento.
Pedro Demo em seu texto coloca que temos que restaurar a escola para ela situar no século XXI, um texto por si só não tem atrativos, ele deverá conter som,imagem, animação, ficando atrativo para que os alunos sintam vontade de ler, olhar e trabalhar durante as aulas, pois o aluno gosta de desafios. Ele coloca muito bem que o professor deve inovar sua pratica, que ele é peça fundamental dentro da escola e deve se portar como tal. Portanto, cabe ao professor, buscar novos aprendizados, usar os recursos tecnológicos de forma criativa, investigadora, questionadora, ter iniciativa e que provoque mudanças e compreensão dentro e fora da sala de aula.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Reflexão- Plano de aula com material digital

Uso da TICs em sala de aula


1. Nome da atividade: Plano de aula com material digital
2. Como ocorreu a aplicação dessa atividade com os alunos?
A aula aconteceu em um clima alegre e com a participação dos alunos, pois o assunto é interessante, falando sobre a rotação do Sistema Solar.
3.Como foi a receptividade?
Foi muita boa, com a participação efetiva de todos.
4. Como aconteceu a aprendizagem dos alunos?
No final da aula, com a abordagem do assunto em apresentação do vídeo Movimento de Translação e Rotação da Terra foi verificado o entendimento dos conteúdos abordados (distâncias e escalas) com exercícios escritos adaptados do plano de aula. Os alunos não precisam memorizar as distâncias dos planetas. O importante é que eles compreendam o significado dos valores apresentados, a magnitude das distâncias e qual a relação com as características dos planetas estudados.

Video - Rotação da Terra

video

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Unidade 3 Ativ 2 - Plano de aula com material digital

PLANO DE AULA -
Distâncias dos planetas até o Sol - as escalas
Planejamento para a disciplina de Ciências - 6º ano Ens.Fundamental
Plano de aula/Sequência didática
6º ano
Professora: Valdiná da Cruz Neves
Disciplina: Ciências
Conteúdo: Astronomia - Sistema Solar
Duração: 01 aula ( 50 a 60 minutos)
Tema: Distâncias dos planetas até o Sol - As escalas
Objetivos:
-Construção de modelo de papel, usando escalas, para visualizar a distribuição espacial dos planetas no Sistema Solar.
-Visualizar a proximidade ao Sol dos planetas Mercúrio, Vênus, Terra e Marte e o afastamento dos demais planetas.
-Demonstrar, com base em modelo, as grandes distâncias entre os componentes do Sistema Solar.
-Compreender o conceito de escalas.
Material:
Para a pesquisa prévia:
-computador com acesso à Internet
-caderno para anotações
Para a atividade:
-rolo de papel com largura mínima de 5 cm ( de máquina de somar ou papel higiênico, ou ainda papéis emendados até formar uma tira de no mínimo 6 metros)
-caneta
-régua ou fita métrica
Atividade motivacional:
Pesquisar em casa as distâncias entre os planetas e entre eles e o Sol.
Montar uma tabela com as distâncias entre os planetas ( em milhões de quilômetros)
Para essa pesquisa, usar os seguintes sites:
Universidade Federal de Santa Catarina, disponível em:
,http://www.cfh.ufsc.br/~planetar/textos/sistemasolar.htm.
Conhecimento prévio:
O aluno deverá ter conhecimento da estrutura do Sistema Solar e dos corpos celestes que o compõem.
Avaliação:
Verifique o entendimento dos conteúdos abordados (distâncias e escalas) com exercícios escritos adaptados dos exemplos dos conteúdos.
Os alunos não precisam memorizar as distâncias dos planetas. O importante é que eles compreendam o significado dos valores apresentados, a magnitude das distâncias e qual a relação com as características dos planetas estudados.
Referências:
OLIMPÍADA BRASILEIRA DE ASTRONOMIA E ASTRONÁUTICA, Disponível em;
www.oba.org.br
HORVATH, Jorge Ernesto, ABCD da Astronomia e Astrofísica. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2008.

Unidade 3 Ativ 1 - Análise, planejamento e execução de aula com material digital

PREPARAÇÃO DA AULA
A) Em que série pode ser utilizado o vídeo escolhido?
As Fronteiras do Sistema Solar poderá ser utilizado do 6º ao 9º ano.
B) Em quais disciplinas o vídeo pode ser explorado?
Ciências, Geografia e outras.
C) Qual ou quais os conteúdos que você irá ministrar?
Astronomia - Sistema Solar.
D) Qual ou quais os objetivos de aprendizagem a ser estudado com seus alunos?
Desenvolver nos alunos os gosto pela pesquisa, levando-os a conhecer as grandes distâncias entre os compenentes do Sistema Solar e propiciar o uso das TICS.
E) Além do vídeo, que outros recursos podem ser usados?
Apresentação de pesquisas com uso dos recursos áudio e visual em Power Point, após elaboração com base nas informa~ções apresentadas.
Terminado o texto fazer reescrita no Labim. Em seguida linkar as palavras diferentes no texto e postar no blog www.valdina2010.blogspot.com para que professores e outros alunos leiam e façam comentários.
Recursos materiais: Comunidade local, computadores com acesso a Internet, murais, vídeos.
Recursos humanos:Professores e técnico do laboratório de informática.
Formatando sua aula em Power Point (inserir vídeo, imagem, link)
1- Série - 6º
2- Disciplina - Ciências Naturais
3- Professor - Valdiná da Cruz Neves
4- Vídeo escolhido -As Fronteiras do Sistema Solar
5- Conteúdo que irá ministrar - Astronomia, Sistema Solar
6- Objetivos - Desenvolver nos alunos o gosto pela pesquisa, levando-os a conhecer as grandes distânacias entre os compenentes do Sistema Solar e propiciar o uso das TICs.
7- Questões a serem elaboradas com os alunos para reflexão do conteúdo:
Qual a distância entre o Sol e Vênus?
Quais são os planetas do Sistema Solar?
Qual a distância do Sol em relação aos planetas Mercúrio, Terra e Marte?

Unidade 3 Ativ 1 - Analise, planejamento e execução de aula com material digital

Unidade 3 Ativ -1-Aula com material digital

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Unidade 2 Ativ. 4 Planejamento de atividade com Hipertexto ou internet

Unidade 2 Ativ.4
Descrição do processo:
PLANEJAMENTO:
Como foi planejar usando hipertexto ou internet?
Aprendi bastante com esta atividade, pois foi a partir dela que comecei a navegar, visitar sites, inovar e aprofundar meus conhecimentos. Agora eu sei o quanto é importante o uso da internet como fonte de conhecimento e aprendizado. Quando eu retornar à sala de aula vou estar mais preparada para ensinar e compartilhas os conhecimentos tecnológicos com meus alunos.
Contemplou a utilização de outros recursos?
Sim. Usei Note Book, Data Show e Máquina Digital.
EXECUÇÃO:
Como ocorreu a aplicação dessa atividade com os alunos?
Foi de forma participativa, em um clima de interesse e partiticipação dos alunos.
Como foi a receptividade?
Foi boa, com a participação efetiva de todos.
Como aconteceu a aprendizagem dos alunos?
No final da aula, com a abordagem do assunto, os alunos falaram muito sobre o tema., fazendo comentários inclusive as conversas e experiências que tiveram com os familiares e colegas.
Teve dificulade?
Não. Foi uma aula tranquila e receptiva.
Conteúdo: A Órbita dos planetas ao redor do Sol.
Disciplina: Ciências Naturais.
Conteúdo trabalhado: conhecimento da ordem de tamanho e distância dos planetas em relação ao Sol.
Conseguiu fazer conexões com outros conteúdos da disciplina?
Sim. Os fenômenos naturais são assuntos interligados, os tema: água, fogo, terra e ar fazem parte da natureza e de nossas vidas.
Esta atividade deu origem ao desenvolvimento de ações na sua disciplina?
Sim. Os alunos fizeram desenhos reprentando o que aprenderam e exposição no mural da sala.
O que você aprendeu com essa atividade?
Nossas aulas ficam mais interessantes quando usamos os recursos tecnológicos, os alunos tem mais facilidade de absorver o conteúdo, com mais interesse e entusiasmo. A aula transcorreu em um clima alegre e todos participaram das atividades propostas.

Unidade 2 Atividade 2 Plano de aula com Hipertexto

Unidade_2_ativ_2_Plano_de_aula_sobre_Hipertexto
Curso:Tecnologias na Educação:ensindo com as TICS
Unidade 2- Prática pedagógica e mídias digitais
Atividade:Análise, planejamento e execução de aula com material digital
Cursista: Valdiná da Cruz Neves
Data: 13/09/2010
Instituição: Escola Estadual Alfredo Nasser
Compenente Curricular: Ciências Naturais
Nível de Ensino: 6º ano Ensino Fundamental Final
Tema: Ambiente
Dados da aula
Título: A órbita dos planetass em redor do Sol
Duração 50 minutos
O que os alunos poderão aprender com esta aula:
Objetivos:
Os alunos poderão aprender que a organização dos planetas e a sua órbita ao redor do Sol dependem da força gravitacional;
Compreender as relações de dordeem de tamanho e distância dos planetas em relação ao Sol;
Compreender que existem outras estrelas bem maiores e mais brilhantes que o Sol no sistema solar;
Compreeder o ritmo cíclico da alternância das fases da lua.
Conhecimentos prévios dos alunos:
Terra, planeta que moramos;
O sistema solar é constituído de astros responsáveis pelos fenônomenos naturais;
O Sol com centro do sistema solar.
Estratégias e recursos:
Aula expositiva sensibilizando os alunos com questões relacionadas a fenômenos da natureza que ocorrem independentemente da ação humana como: ritmos diários (dia, noite, sono, despertar, mares) ritmos anuais (estações do ano, eclipse).
Apresentar para os alunos o objetivo da aula
Assistir os vídeos:"Comparação do tamanho dos Planetas e das Estrelas" e "Planetas e Estrelas em escala"
Realização de aula prática, simulando com desenho a órbita dos Planetas ao redor do Sol e suas distâncias.
Produção de relatório descrevendo sua compreensão do conteúdo trabalhado nessa aula.
Visita ao blog da professora para fazer comentários sobre a aula.
AVALIAÇÃO:A aprendizgem dos alunos será avaliada no decorrer das atividades propostas, individual e coletiva, a participação, nas discussões durante e após a aula prática, relatório e susgestões deixadas no blog.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Hipertexto

O que é Hipertexto?

Sem nos deixarmos seduzir pela utopia tecnológica poderíamos enumerar algumas das vantagens do uso do hipertexto, quando cuidadosamente planejado:
sistemas de hipertexto enquanto ferramentas de ensino e aprendizagem parecem facilitar um ambiente no qual a aprendizagem acontece de forma incidental e por descoberta, pois ao tentar localizar uma informação, os usuários de hipertexto, participam ativamente de um processo de busca e construção do conhecimento, forma de aprendizagem considerada como mais duradoura e transferível do que aquela direta e explicita;
uma sala de aula onde se trabalha com hipertextos se transforma num espaço transacional apropriado ao ensino e aprendizagem colaborativos, mas também adequado ao atendimento de diferenças individuais, quanto ao grau de dificuldades, ritmo de trabalho e interesse.
Para os professores hipertextos se constituem como recursos importantes para organizar material de diferentes disciplinas ministradas simultaneamente ou em ocasião anterior e mesmo para recompor colaborações preciosas entre diferentes turmas de alunos.
O Hipertexo é um meio de estruturar um texto de modo que diferentes níveis de detalhes possam se acessados de maneira não seqüencial pelo leitor. O objetivo é que este conceito seja o de permitir que o leitor possa desviar o fluxo da leitura para os assuntos referidos no texto com o intuito de aprofundar a compreensão do texto inicial. A idéia de hipermídia é simples, ao invés de um texto, uma ligação entre textos, que pode conter um gráfico, um filme ou até diferentes sons. O hipertexto possibilita a escolha do caminho a ser seguido pelo usuário, agregando recursos como sons, imagens e animação fazendo com que a consulta torne-se mais atraente e interessante para se fazer uma pesquisa

Para refletir

A história do lápis......................
.....O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura perguntou:-Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? Por acaso, é uma história sobre mim?A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:-Estou escrevendo sobre você, é verdade.Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial. E disse:-Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!No entanto, a avó respondeu:- Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo:Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Essa mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade.Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça.Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Festejos juninos

A turma da diversidade adora uma festa. Olha a alegria do pessoal nos festejos juninos/2009.